Baixe o Adobe Flash Player

Qi Xing Tang Lang Quan / Ch'at Seng Ton Long Kuen

Estilo muito popular e difundido em todo o mundo, foi criado em torno de 1640 por Wang Lang (Wong Long). Natural da província de Shandong, Wang Lang viveu entre as dinastias Ming (1368 a 1644) e Qing (1644 a 1911), e foi um dos tantos chineses que lutaram contra a opressão dos Qing. Apesar de já possuir experiência prévia em artes marciais e ser considerado um excepcional espadachim, Wang Lang estudou no mosteiro de Shaolin como leigo para se proteger e enriquecer os seus conhecimentos combativos para derrubar o regime Qing, como outros mestres famosos: Gan Fenchi (Shaolin e Huaquan), Zhang Hong (Cailifoquan), Hong Xiquan (Hung-Gar) e muitos outros.

A lenda que deu origem ao louva-deus se deu quando Wang Lang perdeu um combate para um monge, seu colega. Confuso e perplexo com a derrota, Wang Lang meditava desesperadamente, a procura de uma solução para melhorar as suas técnicas de combate. Num destes momentos de meditação, Wang Lang foi distraído pelo combate entre um louva-deus e uma cigarra. O louva-deus, menor e mais frágil, derrotou a cigarra em poucos instantes. Impressionado pela destreza e ferocidade do louva-deus, Wang capturou alguns exemplares e começou a observar e estudar os movimentos e comportamento do animal, repetindo-os passo a passo e adaptando para o combate, criando assim um estilo de arte marcial chinesa eficiente.

Depois de sistematizar algumas técnicas do seu novo estilo, Wang passou a viajar pela China lutando contra os Qing e ensinando o seu estilo. Num templo em Laoshan, Shandong, algumas décadas depois do falecimento de Wang Lang, um monge taoísta chamado Sheng Xiao aprendeu o estilo e o ensinou a Li Sanjian, e que depois de seis gerações transformou o estilo num dos mais populares e praticados em Hong Kong, sob a supervisão de Wang Hanxun, que chamou a sua linhagem de estilo "Louva-deus do Norte" e Zhao Zhimin, que manteve o nome "Louva-deus 7 estrelas", ambos alunos de Luo Guanyu, mestre da Associação Jingwu.

O estilo foi sistematizado por Wang Lang, mas com o passar dos anos, seu legado foi aperfeiçoado e desenvolvido pelos seus sucessores, que foram acrescentando algumas técnicas e muitas formas, de mãos-livres e armas, ao longo do tempo, com isso formando "ramos" ou linhagens diferentes, o que deu surgimento e formação de vários estilos de Louva-deus: Qixing (Sete Estrelas), Meihua (Flor de Ameixa), Banguang (Tábua Brilhante), Liuhe (Seis Coordenações), Taiji (Supremo), Mimen (Recluso), Babu (Oito Passos), Changquan (Punho longo), Tongbei ("Através das Costas"), Hualin ("Floresta Pacífica") e outros menos conhecidos.

O estilo louva-a-deus da linhagem “Sete Estrelas” foi transmitido ao Mestre Chan Kowk Wai pelo grande mestre Wang Han Xun (Wong Hon Fan) o maior nome do Louva-deus e que ensinou o estilo durante muitos anos na Associação de Artes Marciais de Hong Kong, formando muitos professores, conhecido como o “Rei do Louva-a-Deus” mestre Wong foi aluno de Luo Guanyu (Lo Kwong Yuk), apelidado de o “4° Mestre”, o mais importante do estilo louva-a-deus na sua época e mestre da Associação Jingwu de Artes Marciais.

O Qi Xing Tang Lang Quan é um estilo típico do norte da China que mantém as características agressivas do inseto, possui aproximadamente trinta formas de mãos livres e seis formas de armas, e suas técnicas são compostas por golpes contundentes e precisos, desferidos de forma muito rápida na maioria das vezes a curta distância, onde o atacante penetra por dentro da guarda do adversário, utilizando técnicas de socos, chutes, cotoveladas, chaves, quedas e rasteiras, que invariavelmente tendem a projetar o adversário ao solo. É um estilo muito eficiente por sua praticidade e objetividade dos movimentos, apropriado para situações de curta e longa distâncias, onde a marca registrada são as técnicas de gancho aplicadas com as mãos e os braços, imobilizando e confundindo o adversário para atacá-lo com golpes intercalados. As “Sete Estrelas” que denominam o estilo é uma referência a sete partes do corpo utilizadas em harmonia durante uma luta: Cabeça, Ombro, Braço, Mãos, Quadril, Joelhos e Pés.
História
Genealogia
Formas